Teto INSS 2020: Tabela de Contribuição e VALOR

Nem todos os contribuintes previdenciários conseguem receber o teto INSS 2020. No Brasil ainda são poucos os cidadãos que atingem esse número e recebem esse valor máximo. Vamos entender o que significa o teto INSS 2020? Continue a sua leitura e saiba todas as informações.

Teto INSS 2020
Teto INSS 2020

A cada ano cresce o número de aposentados e pensionistas no país. À medida que a população envelhece, os pedidos de entrada nesses benefícios costuma aumentar consideravelmente.

✓ Confira as novas datas da tabela de contribuição INSS 2020

O pagamento INSS 2020 é uma das poucas garantias que você tem de poder receber a aposentadoria quando ficar mais velho. O valor desse benefício vai depender de quanto foi a sua contribuição ao longo da vida.

O que é o INSS? Quais os benefícios do INSS?

O INSS ou Instituto Nacional do Seguro Social é um órgão pertencente ao Governo Federal que tem como principal atividade a de regulamentar e pagar todos os beneficiários aposentados da Previdência Social.

Fazer as contribuições mensais, mesmo que não atinjam o teto INSS 2020, garante benefícios importantes ao cidadão trabalhador.

Os servidores públicos não estão englobados nessas vantagens, pois a maneira de se aposentar é feita por outros sistemas.

Confira a seguir os benefícios oferecidos ao cidadão:

  • Aposentadoria por tempo de contribuição;
  • Aposentadoria por idade;
  • Aposentadoria para pessoas com deficiência e por idade;
  • Aposentadoria por invalidez;
  • Aposentadoria para pessoas com deficiência e por tempo de contribuição;
  • Aposentadoria por tempo de contribuição do professor.

Além desses benefícios, existem outros assegurados ao contribuinte. Veja:

  • Auxílio-acidente;
  • Auxílio-doença;
  • Auxílio-reclusão;
  • Pensão por morte urbana;
  • Salário-família;
  • Salário-maternidade.

O que é Teto INSS 2020?

O valor das aposentadorias é determinado pela quantia de monetária de contribuição feita por cada cidadão brasileiro.

O teto INSS 2020 é o valor máximo que um aposentado pode receber quando se aposentar.

Infelizmente, de acordo com a realidade econômica que vivemos no país, apenas poucos cidadãos conseguem se aposentar com o valor máximo do INSS 2020.

Para se ter uma ideia, no país todo, não chega a 3.000 o número de pessoas que recebam esse valor de aposentadoria ou pensão. Saiba também como dar entrada na aposentadoria INSS 2020!

De acordo com o INSS, para se obter esse tipo de condição previdenciária, o cidadão teria que ter contribuído para o INSS desde 2004 mensalmente um valor de R$ 621,03.

Esse tipo de valor está totalmente fora do alcance dos brasileiros, que por muito esforço ainda consegue fazer uma contribuição mínima.

Além desse valor de contribuição, ainda é preciso que o cidadão esteja dentro do fator 1 previdenciário. Para se determinar esse fator é necessário realizar uma fórmula onde são levadas em consideração algumas informações importantes como a idade, expectativa de vida e tempo de contribuição.

✓ Veja como realizar o pagamento do INSS em atraso 2020

Levando em consideração a nova reforma da Previdência, os homens que contribuíram por 35 anos e querem se aposentar por tempo de serviço teriam que ter contribuído por 28 anos com o valor do teto INSS 2020.

 As mulheres nesse caso teriam que contribuir durante 30 anos, sendo que por 24 anos com o teto.

É possível ainda que ocorra uma diminuição nesse tempo determinado, por causa do fator previdenciário, que leva em consideração a fórmula 85/95.


Tabela de Contribuição INSS 2020 

Essa tabela é fundamental para o contribuinte que queira saber sobre as faixas salariais e suas respectivas alíquotas para realizar assim o cálculo de contribuição que deverá ser feita.

Você poderá observar que os trabalhadores domésticos e avulsos possuem alíquotas diferenciadas dos outros tipos de contribuintes.

Nessa tabela também é possível entender as alíquotas aplicadas para quem deseja obter a aposentadoria máxima do INSS 2020.

Confira a seguir as tabelas que ainda estão sendo utilizadas:

Tabela para Empregado, Empregado Doméstico e Trabalhador Avulso 2019
Salário de Contribuição (R$) Alíquota
Até R$ 1.751,81 8%
De R$ 1.751,82 a R$ 2.919,72 9%
De R$ 2.919,73 até R$ 5.839,45 11%
Tabela para Contribuinte Individual e Facultativo 2019
Salário de Contribuição (R$) Alíquota Valor
R$ 998,00 5% (não dá direito a Aposentadoria por Tempo de Contribuição e Certidão de Tempo de Contribuição)* R$ 49,90
R$ 998,00 11% (não dá direito a Aposentadoria por Tempo de Contribuição e Certidão de Tempo de Contribuição)** R$ 109,78
R$ 998,00 até R$  5.839,45 20% Entre R$ 199,60 (salário mínimo) e R$ 1.167,89 (teto)

Seguro Desemprego 2020: Valor, Novas Regras

Mesmo sendo um assunto muito comentado entre os trabalhadores brasileiros, o seguro desemprego 2020 ainda vem deixando dúvidas. Por isso, reunimos as informações mais importantes sobre o assunto, para manter você atualizado sobre ele. Então, veja como funciona o seguro desemprego 2020!

seguro desemprego 2020
seguro desemprego 2020

Seguro Desemprego

O seguro desemprego é um benefício que auxilia por um determinado tempo, aos trabalhadores que não estão mais contratados. Dessa forma, os trabalhadores que forem demitidos, recebem o seguro desemprego 2020 por um tempo, até serem admitidos novamente.

Para estar garantindo esse valor, é preciso estar de olho em seus requisitos e procedimentos que são solicitados pela Caixa Econômica Federal.

Então, o trabalhador precisa dar entrada nessa solicitação para poder saber e receber o que lhe é destinado.

✓ Veja ainda, o que mudou na tabela do INSS 2020!


Novas regras do seguro desemprego 2020

Com o passar dos anos, o benefício veio sofrendo algumas mudanças, para assim melhor cuidar dos seus beneficiários.

Por isso, é preciso estar sempre atento a suas novas regras do seguro desemprego 2020. Confira o que mudou:

  • Para a primeira solicitação 12 meses de trabalho nos últimos 18 meses;
  • Para a segunda solicitação 09 meses de trabalho nos últimos 11 meses;
  • Para a terceira solicitação 06 meses de trabalho nos últimos 11 meses.

Quem tem direito ao seguro desemprego 2020

Muitas pessoas ainda não sabem que podem se enquadrar nos requisitos deste benefício. Então, veja a seguir, quem tem direito ao seguro desemprego 2020:

  • Trabalhador formal e doméstico, com demissão sem justa causa, inclusive dispensa indireta;
  • Trabalhador formal com contrato de trabalho suspenso em virtude de participação em curso ou programa de qualificação profissional oferecido pelo contratado;
  • Pescador profissional durante o período do defeso;
  • Trabalhador resgatado de condições semelhantes à de escravo.

✓ Fique por dentro de todas as novidades do salário mínimo 2020!


Valor do seguro desemprego 2020

O valor do seguro desemprego 2020 sempre é estipulado de acordo suas parcelas. Para saber qual será o seu valor destinado, é preciso se atentar aos valores dos últimos três meses em que você trabalhou e calcular sua média.

Para os trabalhadores que são: pescadores artesanais, empregados domésticos e o trabalhadores resgatados, o valor é estabelecido para 1 salário mínimo.


Agendamento seguro desemprego 2020

Para que esse valor possa ser solicitado, é preciso checar seus prazos e realizar o agendamento do seguro desemprego 2020, de acordo com o período:

  • Trabalhador formal – do 7º ao 120º dia, a partir da data de dispensa;
  • Empregado doméstico – do 7º ao 90º dia, a partir da data de dispensa;
  • Pescador artesanal – durante o defeso, em até 120 dias do início da proibição;
  • Trabalhador resgatado – até o 90º dia, contando da data do resgate;
  • Bolsa qualificação – durante a suspensão do contrato de trabalho.

Como fazer

Fizemos um passo a passo para você ver como é simples realizar seu agendamento, confira:

  • Selecione as opções referentes a sua localidade;
  • Encontre a opção de Seguro desemprego e a selecione;
  • Preencha o campo de segurança e encerre clicando em prosseguir.

Dessa forma, você saberá como proceder com as documentações solicitadas!


Documentos para o seguro desemprego 2020

Depois que conseguir realizar o seu agendamento, você deverá estar entregando os documentos para o seguro desemprego 2020. É com eles que você estará comprovando que precisa receber suas parcelas.

Veja a seguir do que precisa:

  • Identidade e CPF;
  • Carteira de Trabalho e Previdência Social, independente do modelo;
  • PIS/PASEP;
  • Requerimento de Seguro Desemprego / Comunicação de Dispensa impresso pelo Empregador Web no Portal Mais Emprego;
  • Termo de Rescisão do Contrato de Trabalho​ com o código 01 ou 03 ou 88 homologado, para os trabalhadores com mais um ano de trabalho ou Termo de Quitação de Rescisão do Contrato de Trabalho nas rescisões para os trabalhadores com menos de um ano;
  • Documentos de levantamento dos depósitos no FGTS ou extrato comprobatório dos depósitos.

Consulta seguro desemprego 2020

Depois que estiver recebendo o seu valor, você pode consultar o seguro desemprego 2020 sem precisar sair de casa. Através do site da caixa ou pelo seu aplicativo, você saberá os principais detalhes e valores sobre suas parcelas. Veja!

  • Preencha os campos com os seus dados solicitados;
  • Selecione a opção de segurança e clique em ‘Ok’.

Aplicativo

Se preferir, você pode estar chegando seu valor através do seu celular, assim:

  • Acesse a loja do seu celular;
  • Encontre o aplicativo ‘Caixa Trabalhador’ e o instale;
  • Depois de baixado, abra o aplicativo e preencha os campos solicitado com o número de identificação dos seu benefício;
  • Aguarde e confira os seus detalhes!

Auxilio Doença INSS 2020: Como da entrada?

O auxílio doença INSS 2020 é um benefício que ajuda milhares de pessoas no Brasil anualmente, porém muitas pessoas ainda têm dúvidas de como dar entrada no benefício. Se você quer saber como dar entrada no seu auxílio doença INSS 2020, continue lendo este post e saiba como!

Auxilio Doença INSS 2020
Auxilio Doença INSS 2020

 

O que é o auxílio doença INSS 2020?

auxílio doença INSS 2020, é um benefício concedido a trabalhadores que estão temporariamente indispostos para voltar ao trabalho, seja por uma doença ou por ocorrência de um acidente.

➤  Confira mais sobre o INSS nos links abaixo:

Lembrando que o valor do pagamento do benefício pode variar de pessoa para pessoa, pois o valor é calculado de acordo com o nível de contribuição que essa pessoa já fez ao INSS.

Esse benefício é concedido e pago ao trabalhador pelo Instituto Nacional do Seguro Social ou como é mais conhecido INSS.

Para poder receber o benefício do auxílio doença INSS 2020, é preciso comprovar que o trabalhador não pode retornar ao trabalho por motivos de saúde, esta comprovação é feita a partir de uma perícia médica oficial do órgão.


Requisitos para solicitar o Auxílio Doença INSS 2020

Antes de sequer solicitar o seu auxílio doença INSS 2020, o trabalhador em falta de condições para o trabalho de ficar atento a algumas demandas exigidas pelo órgão responsável pela liberação do benefício.

Esses requisitos são de extrema importância, pois aqueles que não se enquadrarem nos critérios que lhes serão mostrados, infelizmente não poderá solicitar o benefício.

  • Deve cumprir carência de 12 contribuições mensais. A perícia médica do INSS avaliará doenças profissionais, acidentes de trabalho e acidentes de qualquer natureza ou causa;
  • O trabalhador deve possuir qualidade de segurado (caso tenha perdido, deverá cumprir metade da carência de 12 meses);
  • Comprovar, em perícia médica, doença/acidente que o torne temporariamente incapaz para o seu trabalho;
  • O trabalhador deve ter sido afastado do seu trabalho há pelo menos 15 dias corridos ou intercalados dentro do prazo de 60 dias se pela mesma doença.


Como dar entrada no Auxílio Doença INSS 2020

Para dar entrada no auxílio doença INSS 2020, o trabalhador pode fazer tudo online, ou seja, pela internet, sem ter que sair de casa.

➤  Veja mais sobre os benefícios do INSS a seguir:

Veja a baixo como dar entrada no benefício do auxílio doença INSS 2020:

  • Digite o código da imagem e clique em prosseguir;
  • Selecione o estado, município e data de agendamento;

  • Preencha seus dados pessoais e confirme;
  • Aguarde a confirmação.

Após isso, você estará no banco de dados do INSS como solicitante do auxílio doença INSS 2020.

ATENÇÃO: Durante os primeiros 15 dias de afastamento do trabalhador de seu posto de trabalho, seja por doença ou acidente, a empresa ainda terá a responsabilidade de arcar com as despesas do funcionário.

Após o INSS liberar o pagamento do benefício, a empresa fica isenta de qualquer pagamento ou seu funcionário, passando toda a responsabilidade ao INSS.


Quanto tempo dura o Auxílio Doença INSS 2020?

Primeiramente, deve-se deixar claro que não existe tempo limite de recebimento do auxílio doença INSS 2020, o assegurado pode continuar a receber o dinheiro desse benefício até a data de seu falecimento se não conseguir jamais se recuperar.

Porém, para casos mais graves onde o trabalhador não poderá jamais retornar ao trabalho por doença ou acidente, ele pode parar de receber o benefício de auxilio doença e dar entrada na aposentadoria por invalidez.


Qual o valor o Auxílio Doença INSS 2020?

O valor a ser recebido pelo assegurado deste benefício, é de pelo menos o piso salarial vigente no Brasil. Assim sendo, caso o salário mínimo 2020 seja de R$ 1000, reais, o valor total do benefício do auxílio doença INSS 2020, será o mesmo.

Também podendo sofrer alguma alteração no valor de acordo com a tabela do INSS 2020, que será lançada em breve pelo órgão.


Contato INSS

Para obter mais informações sobre o auxílio benefício INSS 2020, ou falar diretamente com uma das atendentes do INSS, você pode ligar para o número abaixo:

Telefone: 135

Salário Mínimo 2020: Valor do Salário Mínimo Atualizado

Todos os anos o salário mínimo 2020 faz alterações em seu valor base, assim mudando a cada ano quanto o trabalhador brasileiro recebe mensalmente por seu trabalho, levando em conta que este trabalhador receba um salário mínimo. O salário mínimo 2020 não será tão diferente, desde já há novas alterações que podem entrar em vigor para o novo valor. Continue lendo para ver quanto ficará o salário mínimo no ano de 2020!

Salário Mínimo 2020
Salário Mínimo 2020

Reajuste do Salário Mínimo 2020

Para fazer a medição de quanto será o salário mínimo do próximo ano, Governo Federal leva em consideração um cálculo obrigatório que por sua vez, leva em conta alguns fatores externos.

✓ Confira mais nos links abaixo:

A partir destes fatores, o cálculo pode ser efetuado e um valor final fechado sobre quanto o trabalhador brasileiro receberá de salário base no ano que chega.

Veja abaixo os fatores externos para o cálculo:

  • Salário mínimo do último ano:
  • Inflação do ano anterior;
  • PIB dos 2 últimos anos.

Para que a alteração no valor do Salário Mínimo seja validada, o cálculo usa o salário mínimo do ano anterior como referência.

Onde é somado com o PIB dos dois últimos anos mais a variação da inflação do ano anterior, resultando assim, no novo valor do Salário Mínimo 2020, do qual também faz alterações na tabela do INSS 2020.

Pois é basicamente desta forma que o valor total do salário mínimo é calculado todos os anos, sendo obrigatório por lei seguir este cálculo, não podendo quebra-lo de forma alguma, independente de quem esteja no poder.

Por tanto, o valor do salário mínimo 2020 é independente do desejo de qualquer pessoa, até mesmo do presidente em vigor no Governo, pois ele apenas pode aceitar ou não o teto do novo salário.


Quando o anuncio do Salário Mínimo 2020 será feito?

O anuncio oficial do novo salário sempre é feito após o início do mês de dezembro.

Sendo assim possível fazer o cálculo só depois de superar o penúltimo mês do ano (novembro), é que o cálculo final pode ser feito de forma mais segura e ter a garantia de que não irá mudar completamente o valor logo no próximo mês.

Desta forma, quando dezembro chega, todos os trabalhadores ficam atentos para o anuncio oficial do Governo Federal sobre quanto se fechará o valor do novo salário mínimo 2020.

O grande desejo atual dos trabalhadores que são remunerados com o salário mínimo, é que o valor para 2020 supero a casa do milhar, ou seja, de que o novo valor oficial seja de pelo menos R$ 1000,00 mil reais.

O risco das previsões antecipadas

Durante o longo do ano também é possível fazer o cálculo do salário mínimo para o próximo ano, porém, muitos desses cálculos dificilmente sequer chegam perto do valor final, pois como já dito, o PIB e a inflação são peças fundamentais para o cálculo.

➤  Saiba mais sobre seus direitos nos links abaixo:

Desta forma, tanto o PIB quanta a Inflação variam bastante entre os meses, desta forma, quanto mais longe de dezembro o cálculo é feito, maior é a probabilidade de erro.

Algo que aconteceu e deu o que falar entre a transição dos Governos Temer e Bolsonaro. Em agosto de 2018 o Governo de Temer fez o cálculo provisório do salário referente a 2019, porém como ainda faltavam 4 meses para o fim do ano, o valor alterou.

A primeira previsão feita em agosto teve um resultado de R$ 1006,00 reais, porém, em dezembro quando o cálculo oficial foi feito, o valor desceu para R$ 998,00 reais, o que causou insatisfação do trabalhador brasileiro com a redução.


Salário Mínimo 2020 estaduais

Existem ainda alguns estados brasileiros que possuem os seus próprios salários mínimos, que diferem do salário mínimo Nacional.

Mesmo com essa alteração de salário em alguns estados, o valor sempre é para mais, pois é proibido por lei Nacional um trabalhador receber menos do que um salário mínimo. É claro, existem as exceções como estagiários, jovens aprendizes, diaristas… Dos quais possuem suas próprias bases salariais.

Veja abaixo alguns dos estados do Brasil que possuem seus próprios salários mínimos:

  • Rio Grande do Sul – R$ 1.103,66; (Salário Mínimo 2020)
  • Santa Catarina – R$ 1009,00; (Salário Mínimo 2020)
  • Rio de Janeiro – R$ 1.052,34; (Salário Mínimo 2020)
  • São Paulo – R$ 1.000,00; (Salário Mínimo 2020)
  • Paraná – R$ 1.052,34. (Salário Mínimo 2020)

Tabela do Salário Mínimo 2020

Para o valor do salário mínimo 2020, ainda não é possível ter uma ideia de seu valor, pois antes é necessário que o Governo federal faça a declaração antes do início de 2020.

Mas veja a seguir uma tabela com os últimos aumentos do salário mínimo brasileiro:

Data de aprovação Valor do Mínimo Nacional   Resolução que o aprova
01/01/2018 R$:954,00             Decreto Presidencial
01.01.2017 R$ 937,00 Lei nº 13.152 de 2015
01.01.2016 R$ 880,00 Decreto 8.618 de 2015
01.01.2015 R$ 788,00 Decreto 8.381 de 2014
01.01.2014 R$ 724,00 Decreto 8.167 de 2013
01.01.2013 R$ 678,00 Decreto 7.872 de 2012
01.01.2012 R$ 622,00 Decreto 7.655 de 2011
01.03.2011 R$ 545,00 Lei 12.382 de 2011
01.01.2011 R$ 540,00 MP 516 de 2010
01.01.2010 R$ 510,00 Lei 12.255 de 2010
01.02.2009 R$ 465,00 Lei 11.944 de 2009
01.03.2008 R$ 415,00 Lei 11.709 de 2008
01.04.2007 R$ 380,00 Lei 11.498 de 2007
01.04.2006 R$ 350,00 MP 288 de 2006
01.05.2005 R$ 300,00 Lei 11.164 de 2005
01.05.2004 R$ 260,00 MP 182 de 2004
01.04.2003 R$ 240,00 MP 116 de 2003
01.04.2002 R$ 200,00 MP 35 de 2002
01.04.2001 R$ 180,00 MP 2.142 de 2001
03.04.2000 R$ 151,00 Lei 9.971 de 2000

Desta forma, assim que o valor do Salário Mínimo 2020 sair oficialmente, nós lhe manteremos informado.

INSS Pensão por Morte 2020: Novas Regras, Valor

A INSS pensão por morte 2020, é um benefício que milhares de pessoas tem direito e sequer sabem disso, ainda não é tão reconhecida a INSS pensão por morte 2020 por meio dos brasileiros e como solicita-la. Se você quer saber mais sobre o assunto ou tem dúvidas se pode ou não receber este benefício, continue lendo este post!

 INSS pensão por morte 2020
INSS pensão por morte 2020

Como funciona a Pensão por Morte 2020?

É um benefício pago pela Previdência Social aos dependentes de um trabalhador urbano que morreu ou que está desaparecido, porém que teve sua morte decretada judicialmente.

✓ Confirma mais informações sobre o INSS nos links abaixo:


Quem tem direito a receber a Pensão por Morte 2020?

De acordo com as novas regras do INSS 2020, para receber sua INSS pensão por morte 2020, antes deve se ter a confirmação do falecimento da pessoa assegurada judicialmente (ter o atestado de óbito em mãos). Após isso, a pessoa que achar que tem direito poderá dar entrada.

Mas antes, deve-se analisar a situação para saber se você que deseja dar entrada na INSS pensão por morte 2020 tem ou não o direito de recebe-la.

Veja a seguir quem pode receber a INSS pensão por morte 2020:

  • Para cônjuge ou companheira: comprovar casamento ou união estável na data em que o segurado faleceu;
  • Para filhos e equiparados: possuir menos de 21 anos de idade, salvo se for inválido ou com deficiência;
  • Para os pais: comprovar dependência econômica;
  • Para os irmãos: comprovar dependência econômica e idade inferior a 21 anos de idade, a não ser que seja inválido ou com deficiência.

ATENÇÃO: Este benefício vale apenas para trabalhadores urbanos que faleceram recentemente ou que estão desaparecidos, porém tiveram suas mortes confirmadas judicialmente.

Se você se enquadra nos requisitos acima, você tem o direito a receber a  INSS pensão por morte 2020, então veja como dar entrada ainda nesse artigo.


Como solicitar a Pensão por Morte 2020?

Para fazer a solicitação da INSS pensão por morte 2020, você deve seguir alguns passos importantes para poder marcar um atendimento em uma das unidades do INSS.

✓ Saiba também como solicitar Salário Maternidade 2020

Veja a segui um passo a passo explicativo de como solicitar a sua pensão por morte:

  • Clique em “Solicitar”;
  • Informe os dados que são necessários;
  • clique em “não sou um robô” e depois em “continuar sem login”;

  • Clique em “Novo Requerimento”, digite no campo “pesquisar” a palavra “pensão” e selecione o serviço desejado.
  • Compareça à unidade do INSS, no dia e hora marcados, com os documentos necessários.

Documentos necessário para receber a Pensão por Morte 2020

Para a solicitação online e atendimento presencial em uma das unidades do INSS, são necessários alguns documentos que o beneficiário deve ter em mão para fazer todo o processo.

Veja a baixo os documentos necessários:

  • Procuração ou termo de representação legal;
  • Documento de identificação com foto e CPF;
  • Documentos pessoais do interessado com foto e do segurado falecido;
  • Certidão de óbito;
  • Documentos previdenciários (Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), Certidão de Tempo de Contribuição (CTC), carnês);
  • Documentos que comprovem a qualidade de dependente.

✓ Saiba mais sobre a contribuição do INSS a seguir:


Novas regras da Pensão por Morte 2020

Com as novas regras instauradas a pouco tempo, agora para saber o número de parcelas para recebimento da INSS pensão por morte 2020.

O INSS anualmente libera uma tabela INSS 2020 que contém as informações necessárias para que a população se informe sobre as parcelas em cada tipo de caso.

Abaixo está a tabela liberada pelo INSS para a INSS pensão por morte 2020 e veja quanto você poderá ganhar em tempo pago:

Idade do dependente na data do óbito Duração máxima do benefício ou cota
menos de 21 anos 3 anos
entre 21 e 26 anos 6 anos
entre 27 e 29 anos 10 anos
entre 30 e 40 anos 15 anos
entre 41 e 43 anos 20 anos
a partir de 44 anos Vitalício


Valor da pensão por morte 2020

O valor da INSS pensão por morte 2020 pode variar em alguns casos, sendo diferentes em poucos aspectos.

Veja a seguir os tipos de valores a serem recebidos pela INSS pensão por morte 2020:

  • Em casos em que o falecido assegurado fosse aposentado, o valor da pensão seria de 100% do valor da aposentadoria que o segurado recebia no momento do óbito;
  • Já em casos onde o segurado falecido não fosse aposentado, o valor seria de 100% da aposentadoria por invalidez que ele teria direito a receber na data do óbito.

Telefone INSS

Para mais informações, você pode falar diretamente com um dos atendentes do INSS, veja como:

Telefone INSS 2020: 135 / O serviço está disponível de segunda a sábado das 7h às 22h (horário de Brasília).

Pente Fino INSS 2020: Quem é chamado? Entenda!

Você sabe o que é o Pente Fino INSS 2020? Para manter nossos leitores informados reunimos informações sobre o assunto e preparamos esse post que trás uma série de detalhes importantíssimos sobre o Pente Fino INSS 2020.

Pente Fino INSS 2020
Pente Fino INSS 2020

O Pente Fino INSS 2020 foi criado afim de cortar irregularidades no pagamento de aposentadorias. A seguir temos maiores detalhes sobre o procedimento, continue lendo para saber mais.

✓ Consulte também as novas datas de pagamento da Tabela INSS 2020


Como funciona o Pente Fino INSS 2020?

O Pente Fino INSS 2020 foi criado com o intuito de cortar o benefício de aposentadoria pago pelo INSS em situações como:

  • O benefício não está sendo retirado;
  • Quando ocorre morte do beneficiado;
  • Quando o aposentado ou pensionista não realiza prova de vida;
  • Quando o aposentado decide voltar ao trabalho.

Quando falamos sobre o Pente Fino INSS vale ressaltar que o objetivo do processo não é cortar o benefício daqueles que o recebem por direito, mas sim cancelar ou suspender do beneficiado que morreu ou possui irregularidades.

✓ Deseja começar a contribuir com o INSS? Veja a tabela de contribuição INSS!


Convocados para o Pente Fino INSS 2020

Para o Pente Fino INSS 2020 são convocados beneficiados nas seguintes situações:

  • Que recebem o auxílio doença e estão sem perícia médica por um longo período de tempo;
  • Aposentados por invalidez que possuem idade inferior a 60 anos;
  • Aposentados por idade que não realizaram a prova de vida.


Como consultar a lista do Pente Fino INSS

Ainda não foi disponibilizado uma forma online de realizar a consulta do Pente Fino INSS

Sendo assim, você pode realizar a sua consulta INSS 2020 ligando para o número 135 ou presencialmente em uma agencia do INSS perto de você.

Vale lembrar que para os convocados o INSS envia uma carta informando sobre o Pente Fino INSS.


Regularização INSS

Se você recebe o auxílio doença e está com a sua situação irregular diante a perícia do INSS, saiba que é preciso agendar sua perícia afim de se regularizar e evitar o Pente Fino INSS 2020.

Veja como realizar esse agendamento INSS 2020:

  • Acesse o site oficial do INSS, clicando aqui;
  • Clique em “Agendar”.

Se você possui cadastro no portal Meu INSS 2020 basta clicar em”Entrar” e informar seus dados de login, caso contrário preencha o formulário com seu nome, data de nascimento e CPF e então clique em “Continuar sem Login”.

Siga o processo de preenchimento das informações para agendar a sua perícia e ao final basta imprimir o seu comprovante.

Com o agendamento concluído basta comparecer no dia e horário agendado para realizar a sua perícia.

Com a perícia INSS e dia você não terá problemas junto ao Pente Fino INSS.

Se você recebeu a carta do INSS e não agendou a sua perícia dentro do prazo concedido, o seu benefício será suspenso temporariamente.

Caso isso ocorra você ainda terá um prazo de 60 dias para entrar em contato com o INSS e marcar a sua perícia solicitada pelo Pente Fino INSS 2020.

Se você perdeu o último prazo de 60 dias concedido pelo Pente Fino INSS o seu benefício será cancelado!

Para aqueles que tiveram o seu benefício cancelado ainda será possível recorrer da decisão junto ao INSS justificando o motivo pelo qual você não realizou a sua perícia.

Os beneficiários que tiveram seu pagamento cortado pelo Pente Fino INSS podem ainda recomeçar um processo de pedido de benefício do zero.

Agora que você já sabe um pouco mais sobre o Pente Fino INSS fique atento aos prazos para que não tenha problemas junto ao seu pagamento.

Salário Maternidade 2020: Valor, Licença, Quem tem direito?

O salário maternidade 2020 é um benefício concedido pelo Governo Federal a trabalhadoras que acabaram te gerar uma criança ou de adotar uma. O salário maternidade 2020 é um direito que até hoje permanece bastante desconhecido pelas pessoas, ainda mais para aquelas que podem receber esse benefício. Se você quer saber se tem direito ao salário maternidade, continue lendo este post!

salário maternidade 2020
Salário Maternidade 2020

O que é o salário maternidade 2020?

Este é um direito previdenciário pago a mulheres que acabaram de se tornar mães, sendo esse acontecimento natural ou por meio de adoção.

✓ Veja como realizar a contribuição individual do INSS 2020

O que garante a esta mulher o direito ao salário maternidade 2020, mesmo que a mãe estivesse desempregada antes de engravidar ou dar entrada na adoção.

Veja nesta matéria como funciona todos os processos do salário maternidade 2020.


Quem tem direito ao salário maternidade 2020?

Para as mulheres que tem dúvida se tem o direito ou não do recebimento deste benefício, veja abaixo uma lista de atributos em que é necessário estar enquadrada para poder receber o salário maternidade 2020:

  • A partir do 8º mês de gestação, desde que seja comprovado o período de gravidez.
  • Após o nascimento também é possível receber o benefício que pode ser solicitado após o nascimento da criança, nesse caso basta apresentar a certidão de nascimento.
  • Também pode ser solicitado o benefício em casos de guarda judicial;
  • Em casos de adoção basta apresentar o documento judicial da guarda do menor e certidão de nascimento.

Atenção: o salário maternidade 2020 não é o mesmo que o Bolsa Família, ambos são benefícios diferentes com propostas diferentes, então a mãe pode receber o bolsa família ao mesmo tempo que recebe o salário maternidade.

➤ Para mais informações sobre aposentadoria INSS:

Vale lembrar também que o período de tempo em que a mulher estiver recebendo o salário maternidade 2020, também contará como tempo de serviço para o recebimento do seu 13º salário.


Salário maternidade 2020 para mães desempregadas

Para as mães desempregadas ainda há esperanças de receber o salário maternidade 2020, para aquelas que estiverem dentro dos requerimentos que serão listados abaixo, também terão o direito de receber o benefício.

Veja a seguir quais critérios a mãe deve se encaixar para ter direito ao salário maternidade mesmo desempregada:

  • Em casos de que esteja gravida e tenha saído da empresa, terá direito de receber o auxílio maternidade;
  • Em casos de demissão sem justa causa ou se tenha pedido demissão, a empresa possui obrigação em pagar o benefício.
  • Se ficou grávida após sair da empresa quem paga o benefício é a Previdência Social.

Mas para saber se você que já estava desempregada antes mesmo de engravidar, veja a seguir o tempo em que poderá requisitar o salário maternidade:

  • Se a mulher trabalhou sequer 1 dia de carteira assinada entre 14 meses e 15 dias antes do nascimento da criança e a data do nascimento da mesma, a mãe terá direito a receber o benefício.

Diferença entre salário maternidade 2020 e bolsa família

O programa bolsa família foi criado com o objetivo de beneficiar a família de trabalhadores em situações de baixa renda com um abono para dar um maior poder de compra a família.

Já o salário maternidade 2020, tem o objetivo de ajudar financeiramente a mulher que acabou de se tornar mãe, seja de forma natural ou por adoção, durante todo o tempo da licença maternidade.

Assim, podendo ambos os benefícios serem recebidos pela mesma família ao mesmo tempo.


Como solicitar o salário maternidade 2020

Para você mãe que se encaixa em todas as especificações acima destacados no texto, você já pode fazer a solicitação do seu salário maternidade 2020.

Veja como fazer a solicitação do seu salário maternidade 2020 abaixo:

  • Primeiro você deverá se dirigir até uma agência do INSS;
  • Apresentar os seus documentos como:
  • CPF e os de identificação oficial com foto como RG e CNH;
  • E levar também a sua carteira de trabalho para identificação do NIT e os comprovantes de pagamento ao INSS como por exemplo, os carnês de contribuição.

Para as mães desempregadas que solicitarem o benefício, devem lembrar de  levar os seguintes documentos a mais:

  • Apresentar a certidão de nascimento da criança, viva ou morta;
  • Para a trabalhadora que se afastou 28 dias anteriores ao parto: Apresentar o atestado médico original específico da situação;
  • Em caso de guarda: Apresentar o referido Termo de Guarda juntamente com a indicação de adoção;
  • Em caso de adoção: Apresentar a nova certidão de nascimento da criança que foi expedida após a decisão judicial.


Valor do salário maternidade 2020

salário maternidade 2020 pode variar um pouco no valor de pessoa para pessoa, pois o que irá contar é o quanto a trabalhadora recebia antes da gravidez ou adoção e também é calculada de acordo com a tabela do INSS 2020.

Veja a seguir os casos dos valores do salário maternidade:

  • Nos casos de trabalhadoras avulsas, elas podem receber o valor do último salário do mês completo;
  • Para trabalhadoras rurais que contribuem com a previdência social recebem o valor de um salário mínimo vigente, exceto em casos de contribuição facultativa;
  • Já as trabalhadoras autônomas poderão receber o que equivale a 1/12 da soma dos últimos 12 meses trabalhados registrados em carteira.

Tempo de recebimento do salário maternidade 2020

As mães têm direito a receber o salário maternidade 2020 durante 120 dias, ou seja, durante 4 meses completos seja por gravidez ou adoção.

Nos casos de adoção, a mãe pode requisitar o salário maternidade 2020 mesmo que a criança não seja mais um bebê, podendo fazer o pedido se a criança tiver até no máximo 12 anos de idade.

Contribuição Individual INSS 2020: Tabela, Contribuição

Muitos brasileiros fazem a contribuição individual INSS 2020 mensalmente. Esse tipo de contribuição é muito importante para que o cidadão receba a aposentadoria no momento adequado. Nesse artigo você vai entender como funciona essa contribuição individual INSS 2020!

contribuição individual INSS 2020
Contribuição Individual INSS 2020

O principal objetivo de se trabalhar com carteira assinada é contribuir para o INSS e com isso se aposentar no futuro.

Pessoas que exercem atividades remuneradas de maneira autônoma também poderão se aposentar, mas para isso elas devem fazer a contribuição INSS 2020.

➤ Para mais informações sobre aposentadoria INSS:


O que é a contribuição individual INSS 2020?

A contribuição individual INSS 2020 é uma taxa paga por todos os cidadãos que trabalham por conta própria, mais conhecidos como autônomos, ou que prestam serviços para empresas sem nenhum vínculo empregatício.

Pessoas que exerçam as atividades remuneradas por conta própria podem contribuir para o INSS. Acompanhe alguns exemplos:

  • Sacerdotes;
  • Dirigentes de entidades espíritas ou outras instituições religiosas;
  • Diretores não contratados, mas que recebem uma remuneração mensal decorrente de suas atividades em empresas rurais ou urbanas;
  • Síndicos que recebam remuneração;
  • Motoristas de táxi e aplicativos;
  • Vendedores;
  • Jardineiros;
  • Pintores;
  • Diaristas;
  • Eletricistas;
  • Cooperados associados.

Como pagar a contribuição individual 2020?

Contribuir com o INSS 2020 é uma maneira de garantir a sua aposentadoria no tempo determinado.

O contribuinte deve realizar o pagamento de maneira mensal ou trimestral (essa última opção somente para contribuintes que fazem o pagamento com base no valor de um salário mínimo) de acordo com a tabela INSS 2020.

A guia de recolhimento desse pagamento pode ser preenchida manualmente ou pela internet. O carnê para preenchimento manual pode ser adquirido em papelarias.

Existem algumas observações que devem ser levadas em conta. Acompanhe:

  • Verifique o código específico para esse tipo de contribuição trimestral;
  • O valor de contribuição deve ser referente a remuneração mensal atual vigente multiplicada por 3;
  • O campo de “competência” da GPS deve obedecer os trimestres civis.

Neste site você confere todas as informações sobre o preenchimento manual da GPS. Confira essas informações antes de sair preenchendo qualquer coisa sem saber.

➤ Confira mais informações sobre INSS:


Quais são os requisitos para fazer a sua contribuição individual INSS 2020?

Antes de você fazer a contribuição individual Previdência Social 2020, é muito importante saber quais são os requisitos necessários e obrigatórios para você fazer a sua inscrição.

  • Possuir a idade mínima de 16 anos;
  • Informar em qual das categorias você se encaixa como segurado;
  • Informar a atividade exercida.

Documentos que devem ser apresentados 

Caso você faça a sua inscrição para realizar a contribuição individual INSS 2020 pela internet ou pelo telefone 135, não é necessário apresentar documento nenhum.

Se a inscrição for feita pessoalmente, você deverá apresentar os seus documentos de identificação pessoal e comprovante de residência atualizado.


Quais são os tipos de contribuintes individuais e os códigos correspondentes

Os tipos de contribuintes individuais que existem e os códigos correspondentes de cada um deles são:

  • Contribuinte Individual – Mensal: Código 1007;
  • Contribuinte Individual – Trimestral: Código 1104;
  • Contribuinte Individual – Mensal – Com dedução de 45% (Lei 9.876/1999): Código 1120;
  • Contribuinte Individual – Trimestral – Com dedução de 45% (Lei 9.876/1999): Código 1147;
  • Contribuinte Individual – Rural Mensal: Código 1287;
  • Contribuinte Individual – Rural Trimestral: Código 1228;
  • Contribuinte Individual – Rural Mensal – Com dedução de 45% (Lei 9.876/1999): Código 1805;
  • Contribuinte Individual – Rural Trimestral – Com dedução de 45% (Lei 9.876/1999): Código 1813.

Tabela com os valores de contribuição

Em breve, a tabela com os valores referentes à contribuição individual INSS 2020 será divulgada. Por enquanto você confere a tabela que está em vigor atualmente. Veja:

Tabela para Contribuinte Individual e Facultativo 2018
Salário de Contribuição (R$) Alíquota Valor
R$ 954,00 5% (não dá direito a Aposentadoria por Tempo de Contribuição e Certidão de Tempo de Contribuição)* R$ 47,70
R$ 954,00 11% (não dá direito a Aposentadoria por Tempo de Contribuição e Certidão de Tempo de Contribuição)** R$ 104,94
R$ 954,00 até R$ 5.645,80 20% Entre R$ 190,80 (salário mínimo) e R$ 1.129,16 (teto)

 

Porcentagens do INSS 2020: Como calcular Desconto

A verdade é que não podemos deixar de conferir sempre as porcentagens do INSS 2020. Com anos, algumas modificações podem ser feitas e esse é um assunto que devemos está por dentro. Então, reunimos as principais informações para que você não saia daqui com dúvidas. Continue lendo e saiba tudo sobre as porcentagens do INSS 2020.

Porcentagens-do-INSS-2020
Porcentagens do INSS 2020

✓ Por dentro do assunto? Veja também a Tabela INSS para autônomos 2020

INSS

Um dos órgãos mais conhecidos de nosso país, é Instituto Nacional de do Seguro Social, que é mais conhecido apenas por sua sigla, o INSS.

É ele o principal responsável pela aprovação das aposentadorias brasileiras, porcentagens do INSS 2020 e qualquer outro cuidado que a envolve.


E para que todos os trabalhadores estejam garantindo o seu pagamento e outros benefícios, o Governo Federal tem seu padrão de regras. Assim, de acordo com as porcentagens do INSS 2020, essa aposentadoria é garantida para os que contribuem de forma correta.


Requisitos do INSS 2020

Como falamos anteriormente, não é de uma hora pra outra que os trabalhadores podem se aposentador. De acordo com a Previdência Social, é preciso seguir os requisitos do INSS 2020 para que a solicitação de aposentadoria seja aprovada.

Então, para que você possa está se preparando para cuidar de sua aposentadoria, confira a seguir quais são essas regras e comece a contribuir de acordo com as porcentagens do INSS 2020. Veja:

➜ Regra para proporcional:

  • Para mulheres, a idade mínima é de 48 anos e para os homens 53 anos;
  • Deve ter contribuído com no mínimo 25 anos + adicional para mulheres e 30 anos de contribuição + adicional para homens;
  • Ter no no mínimo 180 meses trabalhados de forma efetiva, para efeito de carência.

➜ Regra com 30/35 anos de contribuição: 

  • Não possui idade mínima;
  • Deve ter o tempo total de contribuição de 35 anos de contribuição para os homens e 30 anos de para mulheres;
  • Ter no no mínimo 180 meses trabalhados de forma efetiva, para efeito de carência.

➜ Regra 85/95 progressiva: 

  • Não possui  idade mínima;
    Com a soma da idade + tempo de contribuição, 85 anos  para mulheres e 95 anos para os homens;
  • 180 meses efetivamente trabalhados, para efeito de carência.
  • Ter no no mínimo 180 meses trabalhados de forma efetiva, para efeito de carência.

Benefícios do Contribuinte do INSS 2020

A verdade é que muita gente ainda não conhece todos os benefícios do contribuinte do INSS 2020. Então, veja a seguir quais são alguns deles:

  • Salário maternidade;
  • Salário família;
  • Auxílio-doença;
  • Auxílio-acidente;
  • Reabilitação profissional;
  • 13º salário;
  • Pensão em caso de morte;
  • Outros.

    Tabela de Contribuição do INSS 2020

A cada no ano, algumas mudanças são feitas na tabela de contribuição do INSS 2020Por esse motivo é sempre importante está com a tabela atualizada.

✓ Confira as novidades sobre a aposentadoria INSS 2020

Embora não tenha sido divulgada a nova, disponibilizamos a mais recente para você tomá-la como base:

Valor do salário de contribuição Alíquota Valor
R$ 998,00 5% (não conta no cálculo da Aposentadoria por Tempo de Contribuição e Certidão de Tempo de Contribuição)* R$ 49,90
R$ 998,00 11% (não conta no cálculo da Aposentadoria por Tempo de Contribuição e Certidão de Tempo de Contribuição)** R$ 109,78
Entre R$ 998,00 e R$ 5.531,31 20% De R$ 199,60 ( para o salário mínimo) a R$ 1.106,26 (para o teto)

Surgindo novidades, estaremos mantendo você atualizado sobre as porcentagens do INSS 2020.


Como calcular Desconto do INSS 2020

Como vimos na tabela anterior, é bem simples saber como calcular desconto do INSS 2020.

Como todos os anos o nosso salário sofre alguns ajustes, é preciso fazer o cálculo sobre ele. E de forma  bem simples, você deve está checando qual a porcentagem referente ao seu salário.

É preciso está atento sempre ao tipo de contribuição que você estará fazendo. Como os valores mudam para cada forma de contribuição, as porcentagens do INSS 2020 junto com o salário também irá mudar.


Tabela de Contribuição do INSS 2020

Todos os anos, o instituto disponibiliza a tabela de contribuição do INSS 2020 para termos a noção de pagamento.

Embora a tabela ainda não tenha saído, veja a mais atual:


Contato INSS

Confira a seguir o contato INSS, caso ainda esteja restando alguma dúvida sobre o assunto. Se também quiser saber mais detalhes sobre as porcentagens do INSS 2020 é só está ligando para:

Telefone: 135.

Tabela INSS para Autônomos 2020: Saiba como pagar!

A tabela INSS para autônomos 2020 é liberada todos os anos como uma forma de ajudar o trabalhador autônomo a se orientar melhor sobre a sua contribuição. Por isso, a tabela INSS para autônomos 2020 é tão importante para aqueles que contribuem individualmente com o INSS. Então se quiser ter todas as suas dúvidas retiras, continue acompanhando esse artigo!

Tabela INSS para Autônomos 2020
Tabela INSS para Autônomos 2020

O que é o INSS 2020?

O Instituto Nacional do Seguro Social (órgão do Ministério da Previdência Social, ligado diretamente ao Governo), apenas INSS, é o órgão Público que garante vários benefícios aos brasileiros, benefícios esses, de grande importância para os trabalhadores.

Veja abaixo alguns dos benefícios assegurados pelo INSS:

  • 13º salário;
  • Reabilitação profissional;
  • Pensão por morte;
  • Aposentadoria por idade e invalidez;
  • Aposentadoria especial;
  • Auxílio-acidente;
  • Auxílio-doença;
  • Auxílio – reclusão;
  • Salário família;
  • Perícia médica;
  • Salário maternidade;
  • Serviço social.
  • Benefício assistencial ao idoso e ao deficiente (BPC-LOAS);
  • Aposentadoria por tempo de contribuição;
  • Outros.

Desta forma, o INSS é um órgão público voltado ao servidor brasileiro, para que possa ter garantias de sua sobrevivência.

✓ Confira mais sobre o INSS:

Por isso, é tão importante que trabalhadores autônomos possam também compartilhar dos benefícios oferecidos pelo INSS.

Desta forma, a tabela INSS para autônomos 2020, é de grande importância, para que estes trabalhadores não percam a chance de estarem assegurados no futuro.


Tipos de contribuição INSS 2020

Existem alguns tipos diferentes de contribuintes da tabela INSS para autônomos 2020, a grande maioria são os trabalhadores com vínculo empregatício em empresas de iniciativa privada ou em órgãos públicos.

Porém, muitos dos contribuintes do INSS não possuem nenhum tipo de vínculo com empresas de quaisquer tipo, sendo assim, estes indivíduos contribuem com o seu próprio fundo de garantia de forma individual.

Veja abaixo, os tipos de contribuintes do INSS:

Empregado: São todos aqueles que trabalham com carteira assinada temporariamente ou não. Para estes trabalhadores o pagamento do INSS é obrigatório.

Contribuinte individual:  Todos aqueles que trabalham por conta própria (de forma autônoma), ou que trabalham para empresas públicas ou privadas de forma não contratual (Freelancers), também contribuem para o INSS, porém de uma forma diferente.

Tabela INSS para Autônomos 2020
Tabela INSS para Autônomos 2020

Requisitos do contribuinte da tabela INSS para autônomos 2020

Para uma pessoa conseguir se registrar no INSS com um contribuinte individual (trabalhador autônomo), são antes de mais nada, necessárias certas especificações que devem ser atendidas pelo interessado para que então, ele seja colocado como um contribuinte autônomo.

Veja abaixo quais são os critérios:

  • O contribuinte deve provar que trabalha por conta própria;
  • O contribuinte não pode possuir vínculo empregatício por contrato ou carteira assinada.

Tabela INSS para Autônomos 2020 pagamento do contribuinte

Para os trabalhadores autônomos assim como para os contribuintes obrigatórios, todos os anos são lançadas novas tabelas atualizadas com valores dos pagamentos que devem ser feitos baseados no salário mínimo do ano atual.

✓ Veja mais informações sobre INSS:

Se você é um trabalhador autônomo e já é contribuinte do INSS ou está interessado em começar a ser, veja abaixo uma tabela que mostra em detalhes os valores e benefícios dados pelo pagamento do INSS:

Tabela para Contribuinte Individual e Facultativo 2018
Salário de Contribuição (R$) Alíquota Valor
R$ 954,00 5% (não dá direito a Aposentadoria por Tempo de Contribuição e Certidão de Tempo de Contribuição) R$ 47,70
R$ 954,00 11% (não dá direito a Aposentadoria por Tempo de Contribuição e Certidão de Tempo de Contribuição) R$ 104,94
R$ 954,00 até R$ 5.645,80 20% (dá direito a aposentadoria por tempo de contribuição e/ou quem deseja uma aposentadoria por idade com o valor maior que o salário mínimo) Entre R$ 190,80 (salário mínimo) e R$ 1.129,16 (teto)

Como consultar o seu INSS

Para ser capaz de consultar o seu INSS, o contribuinte deve acessar o site do órgão e fazer os procedimentos necessários.

Veja abaixo como fazer a consulta da tabela INSS para autônomos 2020:

  • Acesse o site do INSS, ou clique aqui;
  • Informe os dados necessários;

  • Número do seu benefício, data de nascimento; nome completo; CPF.
  • Com as informações preenchidas, digite o código de segurança;
  • Por fim, clique em “Visualizar”.

E pronto, você conseguirá ver todas as suas informações sobre a tabela INSS para autônomos 2020.


Como pagar o seu INSS de acordo com a tabela INSS para autônomos 2020?

Para ser capaz de se cadastrar e efetuar o pagamento do INSS para contribuintes autônomos, veja o passo a passo abaixo:

  • O usuário deve fazer o seu cadastro no Programa de Integração Social, entre aqui;
  • Em seguida é preciso preencher a GPS (Guia da Previdência Social);
  • O candidato pode fazer o preenchimento na página da DATAPREV, entre aqui;
  • Após isso, é preciso fazer o pagamento da taxa e definir a forma de contribuição.

ATENÇÃO: os modos de contribuição são apresentados em código, confira abaixo:

  • Código 1007: Contribuinte Individual com percentual de 20% sobre o seu rendimento com direito às pensões do INSS e aposentadoria por idade ou tempo de serviço.
  • Código 1163: Contribuinte Individual com percentual de 11% do salário mínimo dando direito às pensões e auxílios do INSS.

Após finalizar o seu cadastro, basta apenas pagar o seu GPS em dia e você estará contribuindo para sua sonhada aposentadoria.


Contato INSS

Caso ainda deseje falar diretamente com um dos atendentes do INSS, abaixo está o telefone do órgão para atendimento de dúvidas:

  • Telefone: 0800-726-0101.